Publicado por: Flávio Simonetti | 5 fevereiro, 2010

China

Depois de uma longa pausa causada pelo bloqueio chinês ao WordPress, estamos de volta. Meu plano era escrever alguns posts na China para não me esquecer dos detalhes antes de publicá-los aqui. Mas novamente tive problemas com virus que prejudicaram a minha máquina e, infelizmente, me fizeram perder boa parte das fosots que eu tirei no país…mas não todas como vocês poderão ver abaixo.

Chegamos na China via Nanning e após apenas uma noite seguimos para Guilin, onde planejávamos fazer um passeio de barco por meio de formações que lembram muito as que vimos em Halong Bay. Mas o mau tempo acabou mudando nossos planos e decidimos ficar passeando pela cidade, visitando algumas montanhas sagradas. Em seguida fomos até Congquing, enorme megalópole que causou torcicolos em dois paulistanos.

Nós não parávamos de olhar para cima, para os enormes edifícios que são construídos uns do lado dos outros. Mais uma vez nossa pouca sorte com os rios chineses se repetiu, pois fomos até a cidade para tentar embarcar em um cruzeiro de 3 dias pelo RioAmarelo até a usina de 3 Gargantas. Mas o forte frio e o preço exorbitante das passagens se mostrou um empecilho a mais essa aventura.

Em Xian visitamos o famoso Exército de Geurreiros de Terracota, impresionante coleção de soldados de argila feitos sob as ordens do imperador Chin. Apesar de o turismo na cidade estar muito focado nos guerreros, uma das nossas atrações preferidas era passear pelo bairro muçulmano, cheio de lojas e vendedores de comida.

No mesmo dia em que chegamos a Beijing fomos direto para a Praça da Paz Celestial e visitamos o mausoléu de Mao Tsé-Tung e a cidade proibida. No dia seguinte foi a vez de segurmos viagem até a Grande Muralha. E lá descobrimos uma das vantagens de se viajar na China no inverno: em função do frio, apenas alguns poucos turistas se aventuravam pelas rampas e escadarias da muralha. Também visitamos o Palácio de Verão e o 798 Art Dirtrict, bairro industrial que foi tomado por artistas e galerias.E como não poderia deixar de ser, comemos o famoso, e delicioso, pato de pequim.

Finalmente chegamos a Shanghai, cidade mais rica do país, cheia de edifício saltíssimos como o World Financial Center, com 100 andares e uma vista estonteante. Uma das nossas atividades lá foi assisitr a uma apresentação de acrobatas chineses, um pouco brega, mas ainda assim emocionante em vários momentos.

Infelizmente Shanghai marcou pra mim uma mudança triste para mim. Após cinco meses viajando juntos, chegou a hora de a Stela voltar para o Brasil. Nós já sabíamos que esse momento iria chegar, mas não é facil retomar uma rotina abandonada após tanto tempo, principalmente depois de passar tanto tempo do lado de alguém que se gosta, tendo com quem trocar experiências, alguém pra te ajudar nas horas difícieis e pra dar risadas das maluquices que encontramos no caminho. Agora já estou na Malásia, pensando nela, e nas próximas aventuras que me esperam pela frente.

Abaixo, três vídeos chineses. Ckique nas imagens para abrir

Guerreiros de Terracota. Clique na imagem para abrir

Passando frio na Muralha. Clique na imagem para abrir

Nas alturas em Shanghai. Clique na imagem para abrir

Anúncios

Responses

  1. Parabéns primão !

    Estou muito orgulhoso de você pela iniciativa e coragem.

    Abraços,

    Marcelo (primo)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: